Imagem capa - Paulo Gonçalves vence Rally Raid Marco de Canaveses por Motor Clube do Marco
Noticias

Paulo Gonçalves vence Rally Raid Marco de Canaveses

Marco de Canaveses recebeu a quarta e penúltima prova do Campeonato Nacional de Navegação no fim-de-semana de 3 e 4 de novembro, juntando de novo importantes nomes do todo-o-terreno nacional após o interregno do verão.

Numa organização do Motor Clube do Marco, e com o apoio técnico do piloto Pedro Bianchi Prata, a prova duriense contou com um percurso de 422 km, que variou entre as zonas rápidas, algumas delas usadas no Rali de Portugal, e zonas mais técnicas e sinuosas, próprias desta zona de montanha.

Já em fase de treinos para a próxima edição do Rali Dakar, Paulo Gonçalves não deu margem de manobra à concorrência e registou o melhor tempo nos dois dias da prova (8 horas e 26 segundos), quer na classe Race, como na classificação geral.

No final da prova, o piloto de Esposende estava visivelmente satisfeito com a sua prestação e considerou a prova de Marco de Canaveses "muito interessante, com belíssimas paisagens. O tempo ajudou, choveu antes da prova e o piso estava bastante bom, com muita tração, e isso permitiu-nos ter uma condução bastante interessante", adiantou o campeão do mundo que disse ainda que "esta prova permitiu desfrutar e fazer quilómetros de roadbook, que era importante para mim. Dou os parabéns ao Moto Clube do Marco e toda a organização pela aposta nesta prova", concluiu.

Paulo Gonçalves está a dois meses de entrar novamente no Dakar e disse no Marco de Canaveses que "é tempo de concentrar e treinar para manter o ritmo".


A jogar em casa, Fausto Mota terminou a prova no segundo lugar do pódio com a moto que irá levar ao próximo Dakar, somando mais 41 segundo que Gonçalves. O piloto marcoense realçou o facto de serem troços conhecidos. “Foi um gosto estar a correr em casa, foram dois dias muito bons de corrida e o segundo lugar é ótimo". A dias de começar a preparar o Dakar, Fausto Mota assegurou que “já estes dias vamos levar a mota a Barcelona para meter os sistemas de navegação, para depois, dia 22, levarmos a mota a França e começar a aventura", rematou.

Na terceira posição na classe Race, a mais competitiva do evento, terminou o piloto Mário Patrão, com mais 25,02 minutos. O piloto de Seia salientou que a prova "correu bastante bem, mesmo que bastante difícil. No geral fizemos aqui um bom tempo e saio daqui contente". O piloto vai também participar no Dakar e disse que "faltam dois meses para trabalhar e preparar o melhor possível a prova da América do Sul, uma prova dura e temos de nos preparar da melhor forma".


Já na classe Race em SSV, a dupla David Rodrigues/ Nuno Guilherme fizeram o melhor tempo em Marco de Canaveses, com 10h12m38s, conquistando assim o título de primeiros campeões da modalidade em Portugal. “Correu bem. Ontem demos tudo e hoje foi mais para gerir. Foi uma prova dura, com muitas dificuldades de navegação, mas é mesmo assim, e demos o nosso melhor", concluiu a dupla de Reguengos de Monsaraz que se mostrou visivelmente satisfeita com o resultado.

No segundo lugar do pódio ficou José Nogueira e Nélson Santos, com mais uma 01h07. A terceira posição foi ocupada pela equipa Rui Farinha / Rui Pita.

Nas restantes classes, o piloto Jorge Brandão venceu a classe Promoção, com 09h06m40s. Jairo Alves, em Yamaha, foi o único participante em Quad , terminando com o tempo de 14h08m53s. João Coimbra foi o mais rápido em moto na classe Hobby, enquanto que Fernando Reis/ José Pires foi o mais rápido em SSV.

O Campeonato Nacional de Rally Raid prossegue em Reguengos de Monsaraz entre os dias 7 a 9 de dezembro, onde serão conhecidos os restantes campeões da modalidade.